quarta-feira, dezembro 30, 2009

GAS 2009

Vamos a já tradicional relação da "GAS do ano".

- Orange Tiny Terror;
- Mojo Hand Nebula Phaser;
- Barber LTD;
- Visual Sound Jekkyl and Hyde;
- Amt Eletronics Fatal Tube;
- Mojo Hand Mule;
- Lovepedal Amp 50 Overdrive;
- Ibanez CS9 Stereo Analog Chorus.



Basicamente tudo adquirido no primeiro semestre e basicamente tudo bem legal. 2010 já deve começar com algumas novidades, que eram pra ter chegado ainda esse ano, mas atrasaram um pouco.

Vamo que vamo!

segunda-feira, dezembro 28, 2009

quarta-feira, dezembro 16, 2009

Amigo Oculto da Thomas Nelson Brasil

A Thomas Nelson Brasil em mais uma iniciativa diferenciada está promovendo um Amigo Oculto entre a sua comunidade de VIP's(Vocês não acham que eu estaria fora dessa, né?). A idéia é que todos os participantes escrevam um Post sobre quem tiraram.

Assim sendo, foi feito o sorteio e não poderia ficar mais satisfeito com o resultado.

O meu Amigo(a) Oculto gosta dessa coisa de internet. Blog, Twitter,Facebook, é sempre muito atuante nas redes sociais. Seu Blog é bem variado e ele(a) não se furta de comentar nenhum tipo de assunto.

No seu Blog tem séries, entrevistas, Notícias e por aí vai. É uma disposição pra escrever que eu raramente vejo por aí! E o que é legal é que cada dia mais essa pessoa vem conquistando seu espaço. Mostra para várias igrejas o quanto se perdeu(e se perde) com a besteira de achar que as mulheres não podem ocupar os mesmos lugares, cargos ou responsabilidades que os marmanjos.

Ela, junto com a Renata, mostram que tem muito espaço pra mulherada mostrar o seu valor e ocupar cada vez mais a Blogosfera! Tô avisando! Elas vão dominar! E isso é MUITO bacana!

Parabéns pelo Blog e não esmoreça por nada! Deus ter abençoe!

Como, até onde eu saiba, só tem uma mulher no sorteio... Quem será que eu tirei?

= )

domingo, dezembro 13, 2009

Deus (Clarice Lispector)

Mesmo para os descrentes há a pergunta duvidosa: e depois da morte?
Mesmo para os descrentes há o instante de desespero: que Deus me ajude.
Neste mesmo instante estou pedindo que Deus me ajude.
Estou precisando. Precisando mais do que a força humana. E estou precisando da minha própria força. Sou forte mas também sou destrutiva. Autodestrutiva. E quem é autodestrutivo também destrói os outros. Estou ferindo muita gente. E Deus tem que vir a mim, já que eu não tenho ido a Ele.
Venha, Deus, venha. Mesmo que eu não mereça, venha. Ou talvez os que menos merecem precisem mais. Só uma coisa a favor de mim eu posso dizer: nunca feri de propósito. E também me dói quando percebo que feri. Mas tantos defeitos tenho. Sou inquieta, ciumenta, áspera, desesperançosa. Embora amor dentro de mim eu tenha. Só que não sei usar amor: às vezes parecem farpas.
Se tanto amor dentro de mim recebi e continuo inquieta e infeliz, é porque preciso que Deus venha. Venha antes que seja tarde demais.


(By Nine)

terça-feira, dezembro 08, 2009

Eduardo Mano e Banda - EP Gratuito

Meus amigos mais próximos sabem da minha desilusão com relação a música cristã atual. Gravitamos entre Lagoas e muita chuva ou os talibãs da MPB Gospel, que acham que a única coisa boa são so trabalhadores de ex-VPC's e afins. Nada contra os grandes compositores e cantores que temos trabalhando nessa linha. Mas muitas vezes me cansa.

Feita a introdução, fico muito feliz quando percebo coisas diferentes sendo feitas no nosso meio. É o caso do Eduardo Mano.



Ele acaba de liberar 2 músicas do seu próximo trabalho, num EP(Esperança ou músicas que não vão tocar nos cultos) extremamente caprichado. As músicas não estão nas suas versões finais, mas estão com uma qualidade excelente. Eu ousaria sugerir que "Outono" fique como está. Está linda!

Parabéns ao Mano pela iniciativa e pela qualidade do seu trabalho. E se você quiser baixar, tem um link aqui na barra lateral do Blog. Recomendo!

sábado, dezembro 05, 2009

Copa do Mundo 2010

Demorou, mas vai minha opinião pra quem se classifica em cada Grupo.

GRUPO A
África do Sul
México
Uruguai
França

Esse é um grupo bem complicado. Apesar de muita gente já ter determinado que a África o Sul não tem chances, não apostaria nisso. Sempre o realizador da Copa passou às Oitavas. A França é franca favorita, mas a segunda vaga vai ser bem disputada.

Palpite: França e África do Sul

GRUPO B
Argentina
Nigéria
Coreia o Sul
Grécia

Pelo visto nesse grupo a Argentina vai sobrar. Sem maiores dificuldades, vai dar pra Maradona tentar arrumar o time para as próximas fases.

Palpite: Argentina e Grécia

GRUPO C
Inglaterra
Estados Unidos
Argélia
Eslovênia

Tecnicamente o grupo mais fraco da Copa Em certo ponto até ruim para a Inglaterra que não vai ter um bom teste na primeira fase para avaliar seu time.

Palpite: Inglaterra e Estados Unidos

GRUPO D
Alemanha
Austrália
Sérvia
Gana

Bom grupo e vai ser bem equilibrado. A Alemanha se destaca mais as outras três seleções são fortes e vão dar trabalho. Acredito que só a Austrália esteja um passo atrás, mas nada que impeça uma surpresa.

Palpite: Alemanha e Gana

GRUPO E
Holanda
Dinamarca
Japão
Camarões

Esse grupo vai ser particularmente legal de assistir. Todas as seleções praticam um futebol técnico e devemos ter jogos recheados de gols. Será que a Holanda desencanta?

Palpite: Holanda e Dinamarca

GRUPO F
Itália
Paraguai
Nova Zelândia
Eslováquia

Itália e Paraguai vão se classificar. A Nova Zelândia vai passear e a Eslováquia vai pra adquirir experiência.

Palpite: Itália e Paraguai

GRUPO G
Brasil
Coreia do Norte
Costa Marfim
Portugal

Vai ser interessante ver Lúcio e Juan(ou Luizão)contra Drogba e Cristiano Ronaldo. Dunga abra o olho porque é um grupo bem traiçoeiro. A Coréia do Norte vai ser o peso da balança(pela quantidade de gols que vai levar).

Palpite: Brasil e Costa do Marfim

GRUPO H
Espanha
Suiça
Honduras
Chile

Passeio Espanhol. Particularmente tenho grande curiosidade pra ver a Espanha na Copa. Será que dessa vez passa para o grupo dos grandes? Elenco eles têm.

Palpite: Espanha e Chile

quarta-feira, dezembro 02, 2009

Novo Texto

Tem novo texto meu no Torcedor Coral: www.torcedorcoral.com
Dá uma olhada lá!

P.s.: Escrevendo esse post do meu celular. Tecnologia é uma beleza mesmo...

terça-feira, dezembro 01, 2009

Leituras de Novembro!

> O Fator Integridade - Kevin W. Mannoia (Mundo Cristão)... 96 Páginas
> A Mensagem Secreta de Jesus - Brian McLaren (Thomas Nelson Brasil)... 296 Páginas
> Fahrenheit 11 De Setembro - Michael Moore (Francis)... 368 Páginas
> O Clube do Livro - David Gilmour (Intrínseca)... 240 Páginas

Total de Páginas: 1.000 Páginas

sexta-feira, novembro 20, 2009

A Mensagem Secreta de Jesus



Provocador e instigante. São as primeiras palavras que me vêm a mente depois de terminar a leitura desse livro do Brian McLaren e publicado pela Thomas Nelson Brasil.

Não que eu concorde com tudo o que foi escrito pelo autor. Longe disso. Mas o Brian tem a capacidade de tirar o leitor de sua zona de conforto. Questionar. Colocar o dedo na ferida. E é muito disso que falta na literatura "cristã" nos dias de hoje.

Não recomendo a leitura para pessoas excessivamente tradicionalistas. Mas se você tem interesse na figura de Jesus e em compreender sua mensagem, certamente esse livro vai lhe fazer muito bem.

quarta-feira, novembro 11, 2009

Deep Trip Conquistando o Mundo!

Fico muito, mas muito feliz quando vejo amigos talentosos e dedicados se dando bem e vendo aquilo em que investiram tempo e dinheiro dando certo. É o caso do Du e do Ed da Deep Trip, que fecharam um acordo de venda com a Proguitarshop, que é uma das mais importantes e-stores voltada para Guitarristas na terra do Tio Sam. O que esses dois ralaram e apanharam não está escrito. Mas agora vão colher os frutos desse trabalho e ainda vão dar muito o que falar por aí!

Parabéns aos dois!



sexta-feira, novembro 06, 2009

Então se Verá!

Acordei hoje morrendo de sono(pra variar) e inexplicavelmente com uma música na cabeça. E logo começei a cantar:

"Então se verá, o Filho do Homem
Vindo sobre as nuvens com poder e glória
Porque assim, como relâmpago
que sai do oriente e se mostra no ocidente
assim há de ser
a vinda do Filho do Homem" Saí de casa com o "Louvor II" do Vencedores Por Cristo no carro pra escutar a versão original. Obviamente, soando altamente datada, mas ainda assim contendo uma beleza e uma simplicidade que fazem falta na música cristã atual.

E contendo uma verdade absoluta: "Cristo vai voltar, acredite ou não".

segunda-feira, novembro 02, 2009

Testes em Finados...

Bom, Aproveitei o feriado pra tirar poeira de umas guitarras e testar uns pedais para o Board, especificamente Overdrives. Esse board vai ser utilizado na banda da cantora Vivian Takahashi, que parece que finalmente vai andar.

Testei: Crunch Box(MI Audio), BB Preamp(Xotic), e o Mule (Mojo Hand). Iria testar também o Ol'Yeller(addrock) e o OD-1(Black Cat), mas esses 2 eu já conheço melhor, e não me atendiam por razões diferentes.
No teste utilizei um Orange Tiny Terror e 2 guitarras: Telecaster Thinline Zaganin e Fender Southern Cross Stratocaster.

A questão aqui não é simplesmente um teste de qualidade(os três são excelentes) mas de qual se encaixaria melhor na GIG.

O Crunch Box é o mais Hi Gain dos três, então, ficou logo de lado, pois não devo precisar de tanto ganho.
O BB é um baita overdrive, mas muito comportado. Se eu sentir necessidade de mais um drive no board(já tenho o BOG da Deep Trip,que é um Fuzz, mas incrivelmente versátil)possivelmente vou optar pelo BB pra umas coisas mais suaves.

Curti demais o Mule da Mojo Hand. Tem um voicing bacanudo, sem aqueles médios excessivos dos TS's, uma boa quantidade de ganho e vai complementar bem o BOG. Por enquanto ele fica no Board, até que outros testes sejam feitos.






domingo, novembro 01, 2009

Leituras de Outubro

> Feridos em Nome de Deus - Marília de Camargo Cesar (Mundo Cristão)... 160 Páginas
> A Cabeça de Steve Jobs - Leander Kahney (Agir)... 304 Páginas
> Bola Fora - Paulo Vinícius Coelho (Panda Books)... 196 Páginas
> Em 6 Passos o que faria Jesus - Paulo Brabo (Garimpo Editora)... 80 Páginas

Total: 740 Páginas

segunda-feira, outubro 26, 2009

Guitarras e Igreja


Eu e minhas reflexões...

Baseado num post do Eduardo Mano, lembrei que faz muito tempo que não toco guitarra dentro da Igreja.

Engraçado...

Eu sou guitarrista e tenho cada vez menos vontade de tocar Guitarra, dentro de Igreja...

Muito pela falta de estrutura. Som ruim, os instrumentos não ficam no PA e todo o som tem que sair dos Cubos. Aí obviamente, o vocal e as primeiras fileiras acham alto. E começa o Stress...Não relaxo, não aproveito o momento. Fico o tempo todo preocupado com o Som.

Mas essa nem é a causa principal. Ando apaixonado por ouvir a Congregação cantar. Paixão de vários anos, é verdade, mas que cada vez mais ganha força. Reduzir o volume pra ouvir as pessoas louvarem ao Criador. É tudo que tenho buscado. Mesmo nas raras vezes em que toco Guitarra, prefiro Delays, Tremolos, Vibes... Adoro o timbre dos meus Overdrives, mas nada substitui o prazer de ouvir o Povo de Deus louvando. Os Sopranos, Contraltos, Tenores e Baixos, os desafinados e desentoados, todos juntos, numa adoração coletiva.

Como ouvi certa vez:

"Depois de Deus, o melhor lugar do auditório é o meu".

sábado, outubro 24, 2009

Em 6 passos o que faria Jesus



"Não há catecismo ou escola dominical que nos ensinem a sermos desbocados, independentes, provocadores e desarmantes como Jesus.


Pelo contrário, os que se afirmam e se creem cristãos nos nossos dias levam a marca quase universal de vaquinhas de presépio: formatados, inofensivos, dóceis e obtusos. Tudo que aparentemente temos a oferecer são respostas prontas, gestos decorados e a mais careta e reacionária das posturas. Somos um bando açucarado de beatos e carolas: Uma assembléia de bocós e não os subversivos que nossa vocação exigiria de nós"

Paulo Brabo no livro "Em 6 passos o que faria Jesus" da Garimpo Editora

quarta-feira, outubro 21, 2009

Novo Texto

Por incrível que pareça (e acredite, é incrível) tem um novo texto meu no Torcedor Coral. Para ir direto ao texto basta clicar aqui

terça-feira, outubro 20, 2009

Leituras

O que importa é a qualidade do que se lê e não a quantidade. Mesmo assim, é muito legal estar entre os dez primeiros no MOB de Leitura. Dá uma motivação a mais! Tudo isso graças a Excelente iniciativa do Pavarini. Que inclusive vai participar do próximo Discipulado na IPM...

A meta do ano são 50 livros. Será que eu consigo?

quarta-feira, outubro 07, 2009

Novo Texto

Depois de um longo e tenebroso inverno(ou umas boas férias mesmo...), tem um novo texto meu no Torcedor Coral. Para ir direto para o texto clique aqui.

quinta-feira, outubro 01, 2009

Leituras de Setembro

> Fé em Deus e pé na Tábua - Donald Miller(Thomas Nelson Brasil).....328 Páginas
> O Glorioso Aparecimento: O Fim das Eras - 12 - Jerry B. Jenkins & Tim LaHaye (United Press).....392 Páginas

Total: 720 Páginas

terça-feira, setembro 29, 2009

Retorno das Férias

Estou de volta! E como foram legais essas férias! Curti demais a minha linda, viajei bastante, aproveitei demais.

Visitei e revi bons amigos em SP, tive o privilégio de conhecer gente que já me abençoava à distância, como o Sandro Baggio e o Pavarini, visitei Lu e Lory em Brasília, fui à João Pessoa visitar a família, fui à Praia...

Enfim, Deus é muito bom. Porque foram momentos de comunhão, alegria, crescimento, diversão, amizade, momentos que mostram como a vida vale a pena. Como coisas pequenas como ficar deitado numa rede, lendo um bom livro me faz bem.

Amanhã começa novamente a correria, mas tô com a cabeça descansada e preparado pra batalha!

segunda-feira, agosto 31, 2009

Leituras de Agosto

> Louco Amor - Francis Chan (Mundo Cristao)...176pgs
> Deu no NY Times - Larry Rohter - (Objetiva)...416pgs

Total: 592 paginas

segunda-feira, agosto 24, 2009

RIP Les Paul

Muito atrasado, eu sei. No dia 13 de Agosto faleceu uma lenda: Mr. Les Paul.

Fica aqui uma singela homenagem:

domingo, agosto 16, 2009

Pós-Modernidade?

Trecho bem interessante de um texto escrito pelo filósofo William Lane Craig num artigo para a Christianity Today e publicado pela Cristianismo Hoje na edição número 8:

" A suposição de que vivemos em uma cultura pós-moderna não passa de um mito. Na verdade, esse tipo de cultura é impossível; não poderíamos viver nela. Ninguém é relativista quando se trata de ciência, engenharia e tecnologia - o relativismo é seletivo, só surge quando o assunto é religião e ética. Mas claro que isso não é pós-modernismo; é modernismo! Não passa do antigo verificacionismo, que sustentava que tudo que não se pode testar com os cinco sentidos é uma questão de preferência pessoal."


"Sob essa ótica, adequar o Evangelho à cultura pós-moderna leva à derrota. Deixando de lado as armas da lógica e da evidência, deixaremos o modernismo nos vencer. Se a Igreja adotar esse curso de ação, a próxima geração sofrerá consequências catastróficas. O Cristianismo se tornará apenas mais uma voz em meio a uma cacofonia de vozes que competem entre si - cada uma apresentando sua narrativa e alegando ser a verdade objetiva sobre a realidade."


E aí?

terça-feira, agosto 11, 2009

Público nos Estádios

É só o que nos resta mesmo. Nossa fiel e apaixonada torcida. Segue um texto do Mauro Cesar Pereira da ESPN falando sobre o tema aqui.

terça-feira, agosto 04, 2009

Fantasy Games (NFL)

Os jogos de Fantasy são popularíssimos nos EUA. São ligas virtuais onde cada um pode montar o seu time com seus jogadores favoritos e o acompanha baseado nas estatísticas reais dos jogadores durante a temporada. E para promover essas "Fantasy Leagues" a própria NFL produz uns vídeos nada menos que sensacionais! Os vídeos abaixo são com Joe Flacco (QB do Ravens) e Santonio Holmes (WR dos Steelers). Dica do Diário NFL!



domingo, agosto 02, 2009

Leituras de Julho!

> Exaltemos ao Senhor - Ron Kenoly e Dick Bernal (Bom Pastor)...148 Páginas
> Teologia para Amadores - Alister E. McGrath (Mundo Cristão)...68 Páginas
> Ministério Criativo - Henri Nouwen (Palavra)...142 Páginas
> Homem Comum - Philip Roth (Companhia das Letras)...136 Páginas
> Proibida a Entrada de Pessoas Perfeitas - John Burke (Vida)...416 Páginas
> O Sorriso do Futebol - Luca Caioli (Mundo Editorial)...224 Páginas

Total: 1.134 Páginas

quinta-feira, julho 30, 2009

Gas! (Parte 2)

Pra finalizar, a segunda leva de coisas que chegaram pra mim:

Visual Sound Jekkyl & Hyde



Lovepedal AMP50



Mojo Hand Nebula Phaser



Agora chega, né?

sexta-feira, julho 17, 2009

quarta-feira, julho 15, 2009

A Torcida mais Apaixonada do Brasil!!!



Uma Pequena Homenagem a torcida mais apaixonada do Brasil, que num jogo de série D, coloca mais de 50 mil pessoas num estádio!

E eu estava lá!

sexta-feira, julho 03, 2009

GAS!

Bom, fazia um tempinho que eu não tinha um ataque de GAS. Então, aproveitei uma oportunidade e peguei umas latinhas:

Mojo Hand Mule




Barber LTD





Ibanez CS9 Stereo Chorus





Depois(não sei quando) alguns reviews e comentários acerca das latinhas.

quarta-feira, julho 01, 2009

Leituras de Junho!

Tá. Eu admito! Foi um fracasso! hehehehe. Mas a vida continua e as páginas idem!

> O Mal e a Justiça de Deus - N.T. Wright (Ultimato)...160 Páginas
> Conexão - Larry Crabb (Mundo Cristão)...287 Páginas

Total: 447 Páginas.

Aproveitando que estou falando de Leitura, terminei o primeiro volume da Graphic Novel de Alan Moore e Kevin O'Neill, A Liga Extraordinária.



Bem Legal! Segundo a turma do Omelete a Panini vai relançar no Brasil os dois primeiros volumes.

terça-feira, junho 23, 2009

Pessoas

Pessoas são complicadas!
Pessoas as vezes irritam!
Pessoas frequentemente não nos entendem!
Pessoas nos machucam!

Então, por que perder tempo com pessoas?

Porquê dois são melhor do que um
Porquê precisamos trocar abraços
Porquê precisamos trocar sorrisos
Porquê precisamos compartilhar confidências
Porquê precisamos chorar juntos
Porquê precisamos perdoar
Porquê precisamos Amar

Porquê somos todos feitos à semelhança do Pai. E todos carregamos essa beleza.

TODOS.

Busque a Beleza
Busque a Amizade
Busque a troca de experiências
Busque o Relacionamento

e AME. Incondicionalmente. Sem reservas. Sem receios. Sem medo.

O Amor não pratica o mal contra o Próximo; de sorte que o cumprimento da lei é o amor. (Rm 13:10)

segunda-feira, junho 15, 2009

Lakers Campeão!!!



E graças a esse rapaz aí da foto. MVP do All-Star, MVP das finais, Kobe hoje é o melhor jogador em atividade no basquete mundial. Ponto. Além de ser um craque, tem o poder de melhorar seus companheiros. Foi muito bem acompanhado por Gasol, Odom, Ariza e Fisher.

As viúvas de Lebron podem espernear a vontade. Até acho que ele vai ser um jogador que vai marcar época. Mas não agora.

NOW IS KOBE TIME!

quinta-feira, junho 11, 2009

Aonde o Futebol vai parar?

Eu sou um amante do futebol. Desde pequeno. A emoção de ver o seu time entrando em campo, com a torcida enchendo o estádio... é muito bacana! E eu sou o tipo de fã de futebol que acompanha de tudo: Campeonatos Estaduais, Nacionais, Europeus, de clubes, seleções...

Mas a realidade atual do futebol tem me afastado bastante. Hoje tudo gira em torno de quantias milionárias. Escrevo isso após a confirmação da compra de Cristiano Ronaldo pelo Real Madris junto ao Manchester United. 94 milhões de Euros. Junto com a transação de Káká já são mais de 160 milhões de Euros. Onde o futebol vai chegar? Como concorrer e manter uma disputa saudável com essas quantias envolvidas?

fico com a palavra de Platini, presidente da UEFA:

"Estas transferências exorbitantes estão acontecendo quase todo dia. Elas são um sério desafio à ideia de desportividade e ao conceito de equilíbrio financeiro das nossas competições. A Uefa trabalha duro com os clubes, para criar novas regras, o mais rápido possível, para limpar o sistema e lhe dar bases mais sólidas e transparências. É nossa principal prioridade hoje."


Aqui no Brasil temos a máfia do clube dos 13. Que distribui dinheiro entre poucos abonados, relegando condições igualitárias aos demais clubes. Concorrer com os cofres cheios enquanto os adversários lutam pra sobreviver é fácil, não?

Qual a graça nisso? Onde está o espírito esportivo?

Pra mim, vai se perdendo cada vez mais...

quinta-feira, junho 04, 2009

Sex Day

Vai rolar no dia 13 de Junho o Fórum Sex Day com o pessoal da Sexxx Church e da Avalanche Missões Urbanas. O Evento vai ser no Colégio Americano Batista e tem início às 08:00h.

As inscrições são limitadas e podem ser feitas no evento ou pelo site da A.R.C.A. O preço? Apenas R$10,00. Uma Excelente oportunidade para o debate sobre Sexualidade, Igreja, e outras coisas...

segunda-feira, junho 01, 2009

Leituras de Maio!

> Casais Inteligentes Enriquecem Juntos - Gustavo Cerbasi (Gente)...163 Páginas
> Os Arquivos dos Campeonatos Brasileiros - José Renato Sátiro Santiago Jr. (Panda Books)... 400 Páginas
> Senhor, Em Que Posso Te Servir? - Marcos Witt (W4 Editora).. 176 Páginas
> Como os Pinguins me Ajudaram a Entender Deus - Donald Miller (Thomas Nelson Brasil)...300 Páginas
> O Código da Inteligência - Augusto Cury (Ediouro)...232 Páginas

Total: 1.271 Páginas

Até que esse mês não fui tão mal... = )

segunda-feira, maio 25, 2009

Meditatio



Reuni vários trechos legais desse livro nos últimos dias no Blog Livros e Pessoas.

Dentre esses trechos:

"A arte resgata o intuitivo, a inspiração, o lúdico, a criatividade e a transcendencia. A percepção da beleza é uma resposta espiritual. Artistas são profetas numa sociedade dominada pela razão e pelo dinheiro."

"A arte, a criatividade, o esforço cultural, a apreciação do belo não necessitam de justificações ou espiritualizações. Muitas vezes, dicotomizamos a arte dizendo:Isto é espiritual e isto é secular. Essa cisão acaba por nos fazer aceitar a mediocridade na arte feita por cristãos: pintura, arquitetura, teatro, dança, literatura e música comercializados e aceitos sem discernimento só porque o tema é evangélico, apesardo conteúdo artístico pobre."

O Livro foi publicado pela Mundo Cristão.

segunda-feira, maio 18, 2009

O Código da Inteligência



Em primeiro Lugar gostaria de deixar claro que não sou um leitor assíduo do Augusto Cury. E não digo isso por preconceito ou por considerá-lo um péssimo autor. É só para deixar claro que não tenho nenhum parâmetro para comparar esse livro com outros escritos pelo mesmo.

Dito isto, vamos ao que interessa. É um bom livro. Nada de fenomenal, nada de excepcional, apenas um bom livro. O Augusto Cury busca desvendar o que chama de "Códigos da Inteligência" apontando na descoberta de tais códigos, o caminho para uma vida mais equilibrada e proveitosa. Em muito ele acerta, já que os tais códigos são de importância fundamental nessa vida louca e corrida que levamos. Ele acerta também em criticar o sistema educacional vigente, que estimula unicamente o acúmulo de informações ao invés de incentivar o raciocínio e o pensamento próprios.

O que me incomoda no livro é o excesso de propaganda de outras obras dele, que permeiam toda a leitura em pequenos trechos nas páginas. Também, o fato de que os tais "Códigos da Inteligência" foram, na sua maioria, propagados pelo Mestre dos mestres, há mais de 2000 anos atrás. Então a obra não é exatamente um primor no quesito originalidade.

Dito isto, é uma obra que pode ajudar muita gente. Eu gostei.

Mais informações: http://www.ocodigodainteligencia.com.br/.

segunda-feira, maio 04, 2009

Leituras de Abril

> O Coração do Artista - Rory Noland(W4 Editora)...288 Páginas
> Entenda a Bíblia - John Stott(Mundo Cristão)...259 Páginas
> O Hobbit - J.R.R. Tolkien (Martins Fontes)...320 Páginas
> Meditatio - Osmar Ludovico (Mundo Cristão)...208 Páginas

Total: 1075 Páginas

terça-feira, abril 28, 2009

“The Dangerous Act of Worship - Living God's Call to Justice”

Esse é um trecho do livro “The Dangerous Act of Worship - Living God's Call to Justice” que será publicado no Brasil pela W4 Editora em Setembro.

Esqueça a disputa entre cânticos contemporâneos e hinos tradicionais – o problema é: onde está a justiça? - Por Mark Labberton

Em um culto de louvor que participei, minha atenção dirigiu-se ao entusiasmado líder do louvor. Ele começou o momento com uma oração, pedindo a Deus para nos levar à sua presença. Ainda com seus olhos fechados, enquanto a banda continuava a tocar, ergueu suas mãos e ofereceu sua oração de louvor a Deus.

Foi aí que percebi que, enquanto cantava agitadamente, ele pisava os pés dos músicos que estavam atrás dele. Não apenas uma vez, mas repetidamente durante toda a música. E o pior, sem se desculpar, sem reconhecer o seu “tropeçar no espírito”. Ele estava apenas adorando ao Senhor, enquanto pisava no seu próximo.

Não tenho dúvida de que o líder do louvor estava tão absorvido pela sua própria experiência de adoração que perdera a noção dos demais que estavam à sua volta. E este é exatamente o problema.

Embora nossa paixão aparente por Deus, no final das contas nossa adoração parece ser, em grande parte, adoração a nós mesmos. Não assumimos que podemos adorar de uma forma que, mesmo encontrando Deus, nos distanciamos do nosso próximo. E, na verdade, foi esse padrão de adoração na vida de Israel que trouxe a eles o julgamento do Senhor. Adoração bíblica nos leva ao encontro a Deus, mas também ao próximo.

O que é irônico e, especialmente pertinente, é que muitos debates sobre adoração são apenas formas indiretas de falarmos sobre nós mesmos, não sobre Deus. Nosso debate é se gostamos ou não do estilo do nosso culto de louvor semanal. É uma adoração de consumo, em vez de uma adoração de oferta. É uma expressão do gosto humano e, não reflete mais a glória de Deus.

Se adoramos Jesus Cristo, então temos de viver como Jesus. De fato, Jesus disse em Mateus 25.31-46 que nosso louvor será medido de acordo com o que vivemos.

O epicentro da guerra sobre adoração é esse: nossa prática de adoração está separada do nosso chamado à justiça e, o pior, promove as tendências à auto-indulgência da nossa cultura, em vez de nutrir uma vida de auto-sacrifícios em prol do Reino de Deus.


Paralizados nos bancos das igrejas


Eu não me excluo dessa crítica, nem por um momento. E nem a congregação à qual faço parte. Muitos de nós estamos simplesmente ocupados demais com nosso dia-a-dia. A não ser as grandes manchetes, poucos problemas mundiais calam em nossos corações. E, quando prestamos atenção, normalmente experimentamos uma avalanche de notícias sobre um interminável senso de necessidade e desespero vindo de lugares como Timor Leste, Darfur, Baixo-Saara, Bangladesh, Haiti.

Admitimos que pessoas estão sofrendo no mundo. Mas, concluímos que o sofrimento “daquelas pessoas” não tem nada a ver com a gente; que morrer de fome nos campos de refugiados no Sudão é diferente do sofrimento das pessoas sem teto que encontramos no caminho para o nosso trabalho; que aquilo está além da nossa possibilidade de resposta ao sofrimento mundial.

Parte dessa doença é este trágico raciocínio: em face das necessidades mundiais, se não podemos fazer tudo, então não podemos fazer nada. Ficamos paralisados, inertes.

Enquanto isto, nosso mundo sofrido espera por um sinal de Deus na terra, “com grande expectativa que os filhos de Deus sejam revelados” (Rom. 8.19). O plano de Deus é que nós, a igreja, sejamos a evidência primeira da presença de Deus. Todo continente precisa de sinais concretos disto. Estatísticas surpreendentes sobre grilagem de terras e escravidão, má nutrição e fome, AIDS e prisões injustas são abundantes. Um abismo enorme entre a realidade atual do mundo e as preocupações da maioria dos cristãos na América do Norte.

O chamado de Jesus para “ir e fazer discípulos” deve ser realizado num mundo como este. As boas novas que transforma vidas é o amor salvador de Deus em Jesus Cristo, que deseja transformar cada pessoa e cada coisa (inclusive toda forma de injustiça e opressão) em algo novo. Esta é a nossa esperança e comissionamento.

A verdadeira crise na adoração é essa: será que as pessoas adorarão a Deus de uma forma que demonstrarão que estamos acordados? Adorando seu próximo em nome de Deus? Iremos adorar o Deus vivo enquanto ele nos pede “que façamos o que é direito, que amemos uns aos outros com dedicação e vivamos em humilde obediência ao nosso Deus”?

Líderes de adoração talvez queiram focar apenas no que parece culturalmente e socialmente urgente. Mas, se fomos criados para adorar o Senhor de toda criação, o Salvador do mundo, então enquanto estamos checando o som ou refletindo em orações ou sermões, temos de permanecer firmes numa visão mais ampla do amor de Deus.


O mundo na nossa adoração


Por muitos anos, recebo a cada domingo pela manhã um e-mail de missionários parceiros que apoiamos. Este casal e suas três filhas pequenas estavam vivendo e servindo junto às crianças em risco no Camboja. Um dos únicos emails que eu lia antes do culto era o seu relatório semanal. Eu lia como uma disciplina espiritual, como um pedacinho de misericórdia e verdade, como um lembrete e um chamado.

Eu precisava liderar nosso culto de adoração em Berkeley com meu coração renovadamente tocado pela realidade do sofrimento do mundo, da urgência em ouvir e viver a esperança do Evangelho, e o alegre e custoso chamado para uma vida de sacrifício em nome de Jesus.

A cada domingo eu desejo servir às pessoas nos primeiros bancos das igrejas e levá-los à transformadora presença do Senhor. O problema é: mas qual critério usar?

As escrituras indicam que a resposta é: aqueles que se sentem abençoados pela adoração vivem vidas transformadas. A evidência não é apenas os comentários logo após o término do culto, mas se as pessoas estão realmente dando suas vidas pelos pobres e oprimidos de forma tangível.

Num desses domingos, eu preguei sobre o Salmo 27, um salmo maravilhoso que descreve claramente o que é ter medo e encontrar o conforto de Deus. Tenho certeza que o sermão foi, pelo menos um “bom sermão”, talvez um “grande sermão”. Durante aquela semana eu fui a um jantar promovido pela International Justice Mission, uma organização cristã que busca justiça para pessoas que estão enfrentando várias formas de opressão.

Elisabeth, uma bela jovem de 17 anos do sudeste da Ásia, falou à noite. Ela cresceu num lar cristão, memorizando versículos bíblicos, que se tornaram mais vivos durante os anos em que ela ficou seqüestrada, forçada a prostituir-se, escravizada em um miserável bordel. Enquanto ela falava, projetava imagens do seu quarto naquele bordel. Sobre a cama, onde ela era brutalmente maltratada, dia após dia, ela havia escrito estas palavras na parede: “O SENHOR Deus é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O SENHOR me livra de todo perigo; não ficarei com medo de ninguém. Quando os maus, os meus inimigos, me atacam e procuram me matar, são eles que tropeçam e caem”. São os versículos iniciais do Salmo 27.

Relembrei o domingo anterior e o meu sermão sobre o mesmo salmo, lembrei dos medos que eu listara para as pessoas na minha igreja. Eram medos reais e legítimos, mas nenhum deles era tão enfático como os que Elisabeth enfrentara. Eu tinha como que uma imagem de um filme mudo na minha mente, ouvindo Elisabeth, enquanto visualizava um encontro de adoração da minha comunidade, em um domingo qualquer. Enquanto estávamos ocupados tentando estacionar nossos carros em Berkeley naquela manhã, uma tarefa “tão horrível” (como uma pessoa me disse recentemente), Elisabeth estava indo adorar do seu jeito. Ela achegava-se a Deus no seu quarto sem janelas, naquele bordel. E nós, na nossa igreja cheia de vitrais...

Se nós enxergássemos a história de Elizabeth através das lentes da narrativa bíblica, perceberíamos que amar a Deus nos impulsionaria a amar Elizabeth. Não porque sua história nos provoca sentimento de compaixão, mas porque sua vida e circunstâncias reivindicam aqueles que adoram Jesus Cristo.


Adoração como se o mundo dependesse disso


Verdadeiros adoradores aclaram o propósito de Deus e nossa parte nisso. Falsos adoradores, que podem ser encontrados facilmente tanto entre o povo de Deus quanto em qualquer outro lugar, nos levam a uma missão totalmente distorcida.

Tome-se como exemplo o poder, por exemplo. Poder é um das mais profundas bênçãos de Deus e, portanto um dos principais alvos dos falsos adoradores; ou seja, tomam o poder e mal utilizam-no para outras coisas, além de honrar o Senhor e sua criação. O sofrimento de Elizabeth, e muito do nosso próprio sofrimento, tem a ver com o abuso de poder. Adoradores fiéis ajudam-nos a aclarar e limitar o poder humano em nossas mentes e corações. Falsos adoradores nunca fazem isso. Falsos adoradores determinam a injustiça, uma distorção ou aberração do poder. Adoradores fiéis perguntam se estamos vendo e vivendo a realidade de Deus ou a ficção criada pelas nossas próprias vidas decaídas. Quando nós ou qualquer outra pessoa além de Deus assume o papel principal, a vida nos “chicoteia” para fora da direção.

Os efeitos da falsa adoração distorcem nosso senso de Deus, levando-nos a injustiças e sofrimento, orgulho e prepotência. Os prejuízos continuam implacavelmente. Não é a toa que Deus se enfureceu com Israel, ou com a Igreja, quando essa distorção foi perpetuada exatamente pelas pessoas que Ele tomou para si. Essa é a mensagem ardente de Isaías, Jeremias e Amós. Esta é o front da Guerra da Adoração que realmente interessa ao Senhor. A quem devemos temer?

Outra distorção que a falsa adoração promove é essa: perdemos a noção do desejo que o Senhor tem em nos fazer testemunhas do seu amor e justiça. Deus quer que dos verdadeiros adoradores fluam vidas que sejam evidências, nesse mundo, do seu caráter justo e íntegro. A falsa adoração, em vez disso, leva à falsa representação: podemos falar no nome de Senhor, mas falhamos em mostrar a Sua vida. O profeta Isaías disse que, quando o povo de Deus faz isso, mentimos sobre o Deus que representamos (Isaías 5.20-23; 29.13-16).


Deus quer que os descendentes de Abraão sejam abençoados e abençoadores. O relacionamento que tinham com Deus era tanto para seu bem quanto para o bem daqueles que, através deles (e de nós, também) “sentiam e viam que o Senhor é bom”. O mundo deve ver e saber das coisas de Deus através das vidas e ações dos verdadeiros adoradores.


Adoração que rearranja


Em uma viagem à Índia, conversei com um pastor sobre hábitos de leitura. Ele me disse: “se eu economizar por quatro meses, poderei comprar um livro cristão com o desconto que me dão. Nunca viajei para fora da Índia, mas já ouvi que nos Estados Unidos, algumas vezes compram livros e não os lêem”. E me perguntou com espanto: “Isso é verdade?” Murmurei alguma coisa para encobrir, enquanto eu pensava nos livros que existiam nas minhas prateleiras.

Nossa preocupação não é saber se compramos livros e não os lemos, mas quantos compramos. Se vacinamos nossas crianças ou não, mas se podemos acompanhar o processo para comprová-lo nas escolas dos nossos filhos. Não é se nos alimentamos ou não, mas o quanto comemos além do que precisamos ou até mesmo queremos. Não é se temos cama, mas qual a cor do lençol. Se teremos a possibilidade de ouvir sobre o amor de Deus em Jesus Cristo, mas qual ministério, igreja ou meio de comunicação eu mais gosto. Algumas pessoas, no nosso País, não têm a possibilidade de fazer essas escolhas (um escândalo, por si só). Mas, a maioria das pessoas nos Estados Unidos, tem. Enquanto isso, milhões de pessoas do sudoeste asiático e outros países pobres não poderão, nunca, tomar as suas próprias decisões.

Essa disparidade econômica e suas injustiças são questões para a adoração. De acordo com as escrituras, a principal forma de mostrarmos ou distingüirmos a verdadeira adoração da falsa adoração tem a ver com como respondemos aos pobres, oprimidos, negligenciados e esquecidos. E hoje não vejo esse tema borbulhando nas águas da adoração na Igreja americana. Mas justiça e misericórdia não são assessórios da adoração e, nem conseqüência do louvor. Justiça e misericórdia são intrínsecos a Deus e, portanto intrínsecos à adoração a Deus.
Nossa adoração deve nos levar a uma maior misericórdia, a profundos atos de justiça, por aqueles que são os últimos da lista, os últimos a serem lembrados e os últimos a serem desejados.

A vigorosa adoração bíblica deve parar ou ao menos redirecionar nosso consumismo sem fim, de forma a fazer que nossas livres e fiéis escolhas sejam “gastar menos” para assim podermos “dar mais”. A reputação da nossa comunidade, como as escrituras sugerem, deveria ser a de compromisso com aqueles que perseguem a justiça, com os oprimidos, pois isso é o que significa sermos o Corpo de Cristo na terra. Não deveríamos nos enganar, pensando que isso é suficiente para nos levar ao coração de Deus, sem que nossas vidas mostrem ao mundo o coração desse Deus.


Mark Labberton é pastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Berkeley, Califórnia.

sábado, abril 25, 2009

GAS! Nova 1x12" e Cabeçote Valvulado!

Chegou a minha 1x12" que mandei fazer na Altovolts. Trabalho sensacional do Neílton, do Gílson e do Adriano! Agora vou poder utilizar meu Tiny Terror da Orange. O Falante é um Black Dog, 12", Cerâmico da MG Music. Essa possibilidade de optar por deixar a caixa fechada ou aberta, com toda a praticidade é sensacional!








Recomendo demais o trampo dos caras!

terça-feira, abril 14, 2009

Sr. Acaro II (Altovolts)

Agora foi a vez do grande brother Fred Andrade ir lá na Altovolts e testar o Sr. Acaro II. Baita ampzinho legal que já está na lista de aquisições futuras!

segunda-feira, abril 13, 2009

Carta do Som do Céu - Manifesto de artistas cristãos

11 de abril de 2009




Introdução

Nós, músicos, artistas e líderes eclesiásticos, cristãos, vindos das variadas regiões brasileiras, estivemos reunidos entre os dias 6 a 12 de abril de 2009, no Acampamento da Mocidade Para Cristo do Brasil, dias de comemoração dos 25 anos do Som do Céu, para discutir dois temas principais: “A música e os músicos na igreja” e “A igreja como promotora de cultura”. Agradecemos a Deus pelos dias de comunhão fraterna entre nós e pelo privilégio de ouvi-lo entre as vozes pastorais e proféticas que ecoaram em nosso meio. Reconhecemos que a música cristã tem ocupado um espaço significativo em nossos dias, tanto na igreja como na sociedade em geral. No entanto, observamos que nem sempre essa participação tem sido consistente e coerente com a Palavra de Deus – nosso referencial maior – nem rendido glórias ao Senhor da Igreja. Desejamos, portanto, apresentar à Igreja brasileira a “Carta do Som do Céu”, sintetizada em 25 pontos, que resume nossas inquietações e propõe ações práticas à Igreja de Cristo Jesus, nesse princípio de século XXI:

1. O artista cristão deve desenvolver o seu dom criativo e submetê-lo exclusivamente aos valores da Palavra de Deus;
2. Cremos que a arte, na perspectiva da graça comum, é um presente dos céus a toda humanidade e não está restrita aos cristãos;
3. Desejamos que haja coerência entre a vida, o ministério e a profissão do artista cristão, cujo discurso deve estar aliado à sua prática;
4. Esperamos que o artista cristão busque servir a Deus e à sociedade com excelência e integridade, dedicando-se ao desenvolvimento dos talentos e dos dons recebidos do alto;
5. A igreja precisa estar atenta ao artista cristão como parte do rebanho de Deus e dar a ele a atenção devida, despida de preconceitos, e oferecer-lhe pastoreio e discipulado, objetivando a sua formação espiritual e ética;
6. Esperamos que o artista cristão esteja envolvido em uma igreja local, servindo-a e amando-a como Corpo de Cristo. Deve ser rejeitada toda e qualquer tentativa de desenvolvimento de uma fé individualista e distante da comunidade;
7. Reafirmamos que a elaboração de textos e letras deve ter embasamento nos valores da Palavra de Deus;
8. Comprometemo-nos a dedicar atenção e reflexão às canções que são introduzidas no culto de adoração e nas demais atividades da igreja, buscando um repertório equilibrado e consciente e evitando, de todas as formas, que heresias e desvios teológicos adentrem sutilmente em nossas comunidades;
9. As igrejas, as instituições de ensino teológico e os artistas cristãos devem combater o ensinamento equivocado e amplamente difundido de que louvor e adoração restringem-se à musica, ensinando, por demonstração e exemplo, que se trata de um estilo de vida que envolve todas as áreas da nossa existência e que a música, assim como outras formas de arte, é expressão legítima de louvor e adoração;
10. A igreja deve agir como facilitadora na adoração e abrir espaço para que todos expressem seu louvor a Deus;
11. Esperamos que o músico cristão busque e desenvolva a santidade, vivendo uma vida piedosa, tanto no serviço prestado a Deus na igreja, quanto fora dela, em sua atividade profissional;
12. Rejeitamos a dicotomia que faz separação entre o sagrado e o secular e cria espaços estanques na vida do cristão. O Senhor Jesus é soberano e governa todas as instâncias da vida, e, por isso, devemos somente a ele a nossa fidelidade, agradando-o em tudo e rejeitando tão-somente o que ofende a sua glória;
13. A Igreja não se pode esquivar de sua responsabilidade diante da cultura na qual está inserida; deve mentoriar a reflexão e a prática de uma teologia de arte e cultura;
14. Incentivamos as igrejas a abrir suas dependências para a realização de eventos culturais como exposições, mostras, cursos, saraus e outras atividades visando à educação, à divulgação e à aproximação da sociedade;
15. Mesmo entendendo que todo trabalho na igreja é voluntário, podemos honrar com sustento ou remuneração aqueles que se dedicam ao ministério musical, se a comunidade disponibiliza de recursos para tal;
16. Entendemos que nossa arte deve encarnar uma voz profética e manifestar em seu conteúdo os valores do Reino;
17. Recomendamos que as igrejas promovam encontros de reflexão sobre a utilização das artes no Reino de Deus, capacitando os artistas para a realização de seu trabalho;
18. Incentivamos os músicos a expressar em sua arte a beleza de Deus por meio de uma contextualização e diversidade musical;
19. Reconhecemos o caráter essencialmente transformador e questionador da nossa arte e não cremos que ela deva estar a serviço do mercado;
20. Muito embora os artistas cristãos não se devam render aos senhores da mídia, tornando-se reféns desta, podem utilizar de maneira ética os meios de comunicação como canal para a divulgação de sua arte, proclamando, assim, o Reino de Deus;
21. No que se refere ao relacionamento entre os músicos e a liderança eclesiástica, encorajamos o diálogo, o respeito e o reconhecimento mútuo de seus ministérios como algo dado por Deus;
22. Incentivamos que os artistas cristãos busquem perante o Estado e a iniciativa privada recursos para a promoção de sua arte por meio de leis de incentivo à cultura, editais para financiamento de projetos culturais etc.
23. Encorajamos as igrejas a investir na educação e na formação de artistas;
24. Propomos que as igrejas e as instituições de ensino teológico incentivem as diversas manifestações artísticas e não somente a área musical;
25. Compreendemos que o ofício de artista é legítimo como tantos outros, podendo ser exercido pelo artista cristão no mercado de trabalho e devendo ser apoiado e incentivado pelas comunidades cristãs.



São Sebastião das Águas Claras, 09 de abril de 2009.


Assinam:

Debatedores:
Aristeu de Oliveira Pires Junior – Canela (RS)
Carlinhos Veiga – Brasília (DF)
Denise Bahiense – Rio de Janeiro (RJ)
Erlon de Oliveira – Belo Horizonte (MG)
Gladir Cabral – Florianópolis (SC)
João Alexandre Silveira – Campinas (SP)
Jorge Camargo – São Paulo (SP)
Jorge Redher – São Paulo (SP)
Marcos André Fernandes – Garanhuns (PE)
Marlene F. Vasques – Goiânia (GO)
Nelson Marialva Bomilcar – São Paulo (SP)
Paulo César da Silva – São José dos Campos (SP)
Romero Fonseca – Goiânia (GO)
Rubão Rodrigues Lima – Brasília (DF)
Sérgio Paulo de Andrade Pereira – Ribeirão Preto (SP)
Wesley Vasques – Goiânia (GO)

Fonte: Cristianismo Criativo

quarta-feira, abril 01, 2009

Leituras de Março

> O Obstinado Amor de Deus - Brennan Manning (Mundo Cristão) - 128 Páginas
> Revolução na Música Gospel - Sandro Baggio (Exodus) - 199 Páginas
> Repintando a Igreja (Uma Visão Contemporânea) - Rob Bell (Vida) - 200 Páginas
> Tudo se fez novo - Henri Nouwen (Palavra) - 96 Páginas

Total: 623 Páginas

segunda-feira, março 30, 2009

Mob de Leitura

Desde o ano passado eu aderi a campanha de leitura promovida pelo PavaBlog. Já agradeci inclusive aqui nesse espaço ao Pava pelo incentivo.

Agora a campanha cresceu e foi criado um Blog para divulgação e ampliação desse incentivo. O Pavarini me convidou (e a todos que participam da campanha) para colaborar com aquele espaço. Então, de tempos em tempos, deixarei lá algumas observações do que estou lendo.

Quer conhecer o Mob de Leitura? Clique aqui!

sexta-feira, março 27, 2009

Listas de Melhores Guitarristas

Estão rodando pela Internet lista dos "melhores" Guitarristas de todos os tempos. É óbvio que essas listas são sempre inconclusivas e polêmicas, até porque dependem do gosto pessoal de quem as elabora.

Partindo dessa premissa, eu resolvi fazer uma minha lista dos meus "10 Guitarristas Favoritos". Algumas observações antes da lista:

1)A maioria indiscutível é de guitarristas estrangeiros. Até admito que forçei um pouco a barra pra incluir os nacionais;
2)Essa relação muda toda semana.
3)A lista NÃO está em ordem de preferência.

Vamos a ela:

* Warren Haynes
* Robben Ford
* Edu Ardanuy
* Glenn Kaiser
* David Gilmour
* Eric Clapton
* John Petrucci
* John Mayer
* Juninho Afram
* Bob Hartmann
* Jimi Hendrix
* Nuno Bittencourt
* EVH

segunda-feira, março 23, 2009

quinta-feira, março 19, 2009

Cordel dos Excomungados

A excomunhão da vítima
Ou o Cordel dos excomungados
Miguezim de Princesa*

I
Peço à musa do improviso
Que me dê inspiração,
Ciência e sabedoria,
Inteligência e razão,
Peço que Deus que me proteja
Para falar de uma igreja
Que comete aberração.

II
Pelas fogueiras que arderam
No tempo da Inquisição,
Pelas mulheres queimadas
Sem apelo ou compaixão,
Pensava que o Vaticano
Tinha mudado de plano,
Abolido a excomunhão.

III
Mas o bispo Dom José,
Um homem conservador,
Tratou com impiedade
A vítima de um estuprador,
Massacrada e abusada,
Sofrida e violentada,
Sem futuro e sem amor.

IV
Depois que houve o estupro,
A menina engravidou.
Ela só tem nove anos,
A Justiça autorizou
Que a criança abortasse
Antes que a vida brotasse
Um fruto do desamor.

V
O aborto, já previsto
Na nossa legislação,
Teve o apoio declarado
Do ministro Temporão,
Que é médico bom e zeloso,
E mostrou ser corajoso
Ao enfrentar a questão.

VI
Além de excomungar
O ministro Temporão,
Dom José excomungou
Da menina, sem razão,
A mãe, a vó e a tia
E se brincar puniria
Até a quarta geração.

VII
É esquisito que a igreja,
Que tanto prega o perdão,
Resolva excomungar médicos
Que cumpriram sua missão
E num beco sem saída
Livraram uma pobre vida
Do fel da desilusão.

VIII
Mas o mundo está virado
E cheio de desatinos:
Missa virou presepada,
Tem dança até do pepino,
Padre que usa bermuda,
Deixando mulher buchuda
E bolindo com os meninos.

IX
Milhões morrendo de Aids:
É grande a devastação,
Mas a igreja acha bom
Furunfar sem proteção
E o padre prega na missa
Que camisinha na lingüiça
É uma coisa do Cão.

X
E esta quem me contou
Foi Lima do Camarão:
Dom José excomungou
A equipe de plantão,
A família da menina
E o ministro Temporão,
Mas para o estuprador,
Que por certo perdoou,
O arcebispo reservou
A vaga de sacristão.

(*) Poeta popular, Miguezim de Princesa é paraibano e está radicado em Brasília.

Esse e outros cordéis de Miguezim você ancontra aqui

segunda-feira, março 16, 2009

Hoje é O dia...

... em que a minha amada Isly completa mais um ano de vida(eu ia escrever mais uma primavera, mas é brega demais pra mim).

Esposa amorosa e compreensiva, Jornalista competente, Cristã fiel, Filha Cuidadosa, Neta atenciosa, irmã prestativa, amiga presente... Essa são algumas das qualidades dela. Sem ela nada faz sentido. Sem ela, eu não seria metade do que sou(porque faltaria a metade dela pra me completar).

TE AMO DEMAIS!!



quinta-feira, março 12, 2009

O Céu na Terra

"O Cristão não é alguém que espera passar toda a eternidade lá no céu. O Cristão é alguém que antecipa a vida eterna aqui, num novo céu que vem à terra."

Rob Bell, no livro Repintando a Igreja - Uma Visão Contemporânea

domingo, março 01, 2009

Leituras de Fevereiro

Relação de leitura do mês de Fevereiro. Bem bacana! Isso fora as revistas e HQs...

1. Igreja, por que me Importar? - Philip Yancey (Vida Nova)......112 Páginas
2. Vale Tudo: Tim Maia - Nelson Motta (Objetiva)......392 Páginas
3. O Monge e o Executivo - James C. Hunter (Sextante)......144 Páginas
4. Armagedom: Deixados para Trás: a Batalha Cósmica das Eras - 11 - Jerry B. Jenkins & Tim LaHaye (United Press).....416 Páginas
5. Missão Integral: Ecologia e Sociedade - Paulo Roberto Borges de Brito e Solange Cristina Mazzoni (W4).....224 Páginas

Total de Páginas:1.288

terça-feira, fevereiro 24, 2009

Personal Soundtrack Shirt

Cansado das suas velhas camisetas? Procurando algo novo que possa lhe diferenciar no meio da multidão?

Seus problemas acabaram! Chegou a Personal Soundtrack Shirt!


Uma camiseta com que emite vários sons, além da possibilidade de tocar as músicas do seu MP3 Player.



Você pode comprar a sua personal soundtrack shirt aqui

sábado, fevereiro 14, 2009

Falante!

Finalmente chegou meu falante da MG Music. É um Black Dog e vai ser utilizado numa caixa que vai ser confecionada pela Altovolts.




segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Curtindo Beatles com Jesus -- Deus não é gospel



Converti-me há 21 anos, em 4 de fevereiro de 1988. A conversão a Cristo promoveu uma verdadeira revolução em minha vida. Experimentei o que significa o amor de Deus. Experimentei, também, o que significa sofrer por causa dessa nova fé. Chacotas, zombarias, humilhações — tudo por causa daquele em quem comecei a crer.

No entanto, aprendi também a criar uma “carapaça” ao meu redor. Vi que talvez fosse melhor me proteger dos temidos ataques do mundo vivendo atrás de um “muro de Berlim” cultural, onde somente aquilo que fosse “religiosamente aceitável” seria admitido. O mais interessante é que esse muro era seletivo. Barrava apenas música e literatura, com exceção da literatura escolar, que era obrigatória. Enfim, aprendi a filtrar aquilo que vinha a mim de acordo com padrões pré-estabelecidos por um ethos social vigente.

Aos poucos, vi essa carapaça contrair trincados e rachaduras. Por meio do pastorado, tive contato com várias realidades no Brasil e fora dele. Em algumas, vi que pessoas que criaram uma carapaça ainda mais grossa do que a minha eram extremamente religiosas, mas que não experimentavam o frescor da graça do crucificado. Em vez disso, exalavam o bolor fétido da religiosidade morta e carcomida dos fariseus contemporâneos de Jesus. Eram capazes de recusar a audição de alguma peça musical devido à sua origem “profana”, mas também se recusavam a viver uma vida de amor cristão, preferindo substituí-la com regrinhas autoglorificantes. E isso tudo em nome de um Deus a quem conheciam só de ouvir falar.

Tive também a oportunidade de conhecer irmãos de outros países que agiam de modo diverso do meu. E vi que, mesmo na diferença cultural, aqueles eram irmãos de valor, com o coração no reino, muito mais até do que eu, com todo o meu escudo confessional.

Nessa minha queda-de-braço cultural com Deus, compreendi melhor o que Paulo quis deixar registrado em Cl 2.20-23: “Se morrestes com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos sujeitais ainda a ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: não toques, não proves, não manuseies (as quais coisas todas hão de perecer pelo uso), segundo os preceitos e doutrinas dos homens? As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria em culto voluntário, humildade fingida, e severidade para com o corpo, mas não têm valor algum no combate contra a satisfação da carne”.

Finalmente, vi que estava querendo ser melhor e mais santo que o Senhor. Nessa minha paranoia ególatra, fechei os olhos para a realidade de que “toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação” (Tg 1.17), incluindo, aí, as boas dádivas culturais.

“Diga-me de verdade, diga-me porque Jesus foi crucificado / Foi por isso que papai morreu? / Foi por você? Foi por mim? / Será que assisto muita TV? / Isto é uma ponta de acusação em seus olhos?” Esses não são versos de protesto de alguma banda cristã que questiona a banalidade gospel de hoje em dia. São os versos iniciais da música “The post war dream”, do Pink Floyd. Vejo hoje, portanto, que Deus está muito além de nossas limitações culturais. Ele pode usar, caso queira, uma peça teatral, um texto de jornal, uma música para sua glória, independente da confessionalidade. Sua soberania nos mostra que Deus não é gospel. Sua graça nos permite ver a sua beleza por meio da beleza artística, seja ela evangélica ou não.

Enfim, a graça de Deus me mostra, entre outras coisas, que posso curtir boa música, independentemente do rótulo, com o Senhor.


• Rodrigo de Lima Ferreira, casado, duas filhas, é pastor da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil desde 1997. Graduado em teologia e mestre em missões urbanas pela FTSA, hoje pastoreia a IPI de Rolim de Moura, RO.

* Retirado do site da Revista Ultimato.

segunda-feira, fevereiro 02, 2009

Momentos do Esporte

Pra quem gosta de esportes esse Domingo foi recheado.

Logo cedo, Nadal e Federer se confrontaram num jogo épico, repleto de lances geniais de ambos os lados. Nadal venceu brilhantemente, demonstrando um jogo excepcional. Mas tanto quanto o jogo, a cerimônia de premiação foram especiais. Ver um craque, uma lenda como Federer, chorando feito uma criança porque não conseguiu alcançar o tão sonhado 14 título de Grand Slam foi muito comovente e mostra o quão humanos são esses semi-deuses do esporte.



O outro momento foi a tão aguardada final do superbowl XLIII. Um encontro entre gladiadores modernos com seus capacetes se encontrando a todo momento. O jogo foi emocionante, definido nos últimos 30 segundos. James Harrison, Kurt Warner, Big Ben Roetlisberguer, Larry Fitzgerald, foram verdadeiros heróis. No final, deu Steelers, mas poderia ter dado Cardinals tranquilamente.



Pra mim fica a lição de superação, vontade e humanidade desses atletas. E a deliciosa sensação de ver a história do esporte sendo construída.

segunda-feira, janeiro 26, 2009

"Caso" Renascer



Não. Não vou fazer dessa tragédia um escárnio. Também me recuso a dizer "bem feito". Também me recuso a acreditar que tenha sido um "castigo de Deus" pelas presepadas "apostílicas" do casal Hernandes. Como disse à minha Esposa, se Deus quisesse castigá-los, não ceifaria a vida de 9 inocentes. Teria riscado os dois da existência.

O que me deixa atordoado(e eu sei, não deveria) é a total desfaçatez dos "Apóstolos". Atribuir a tragédia a propósitos divinos é de uma cara de pau descomunal. Livra a cara deles e joga a culpa num propósito divino incompreensível para nós mortais, mas que no fim, deve ter algo de bom(dizem eles). Além disso, uma característica perturbadora e preocupante evidenciada não somente no casal, como em várias lideranças evangélicas, dita os nossos rumos nos dias de hoje: A Falta de Humildade.

Não seria mais honrado, mais sábio, mais simples e mais Cristão reconhecer o erro? As investigações vem apontando várias falhas, graves, cometidas pela direção da Renascer. Não seria correto vir a público admitir os problemas? É claro que com isso, a "moral" dos dois frente aos fiés seria seriamente abalada. Pedir perdão pelo descaso, pelo descuido e pelo relaxamento com que as coisas foram feitas e tratadas parece fora de questão.

Ao invés disso, os 2 "líderes" bradejam contra a "perseguição" que vem sofrendo e prometendo vingança e retaliações(Não viu? Veja aqui). Que Evangelho é esse? Onde está humildade, que deveria ser característica de todo aquele que se diz salvo e transformado por Jesus Cristo?

E os "fiéis", que simplesmente balançam suas cabeças sem ao menos questionar se as profetadas vociferadas pelo casal fazem algum sentido?

Eu prefiro ficar com o(aí sim profético) C.S. Lewis, que no seu livro Cartas de um Diabo a seu Aprendiz relata um discurso do demônio Fitafuso a uma turma de jovens demônios recém-formados onde ele destaca:

"A Conformidade ao Ambiente Social, que inicialmente é apenas instintiva ou até mesmo mecânica, torna-se agora um credo inconsciente, ou um ideal de Pertencer a um grupo, ou de ser como os Outros."

"Talvez venha a época em que não precisaremos nunca nos preocupar com a tentação individual, com exceção de poucos. Apoderem-se do Pastor e todo o resto do rebanho o seguirá."

Profético.

quinta-feira, janeiro 22, 2009

Namm 2009

Morar no terceiro mundo e ser pobre tem as suas desvantagens... Alguns vídeos do que rolou na NAMM 2009, que é uma das maiores feiras de Instrumentos Musicais do Mundo.



segunda-feira, janeiro 19, 2009

Rumo ao Super Bowl XLIII

As finais de conferência da NFL foram sensacionais ontem.

No primeiro jogo, o Cardinals de Larry Fitzgerald(Foto) venceram os Eagles. Como esse cara está jogando! Somou mais jardas e TD's do que todo o resto do time!



Na segunda partida da Noite, o esperado duelo entre as duas defesas mais poderosas da liga: Steelers x Ravens! E foi um verdadeiro show de tackles, Sacks, Interceptações e uma atuação exuberante da defesa dos Steelers com o cabeludo abaixo destruindo! Troy Polamalu COMANDA!



Agora é aguardar o duelo no Super Bowl XLIII no dia 1 de Fevereiro com transmissão ao vivo da ESPN

quinta-feira, janeiro 08, 2009

Promoção Bacana!

Pra moçada que curte uma boa camiseta(como eu), a Camiseteria está com uma promoção bem legal e com frete grátis para todo o país. Basta clicar e comprar!

Eu já comprei 2. Uma delas foi a da estampa abaixo:

segunda-feira, janeiro 05, 2009

Li em 2008

14. Deixa que eu chuto 2 A Missão! - Renato Maurício Prado
13. Cristo e a Criatividade(Rabiscando na Areia) - Michael Card
12. A Cabana - William P Young
11. Em seus passos o que faria Jesus? - Charles M. Sheldon
10. O que fazemos com estes Músicos? - Marcos Witt
9. Ortodoxia - G. K. Chesterton
8. O Conhecimento das Escrituras - R.C. Sproul
7. Cristianismo Criativo - Steve Turner
6. Walk On - A Jornada Espiritual do U2
5. Criatividade e Espiritualidade - Jorge Camargo
4. O Remanescente - Jerry B Jenkins & Tim Lahaye
3. O Evangelho Maltrapilho - Brennan Manning
2. A Marca - Tim Lahaye & Jerry B. Jenkins
1. Profanação - Tim Lahaye & Jerry B. Jenkins

Desconhecidas, mas excelentes...

Verra Cruz





sexta-feira, janeiro 02, 2009

Os Melhores de 2008!

Baseado numa solicitação surgida no Twitter, resolvi colocar aqui no Blog a minha relação dos melhores de 2008 em algumas categorias. A lista aqui relacionada não leva em conta nenhum fator técnico e/ou artístico. O critério é única e exclusivamente meu gosto pessoal. No caso de música, a ordem não é relevante.

Música:

1) Extreme - Saudades de Rock
2) Indigenous - Broken Lands
3) Oficina G3 - Depois da Guerra
4) ZZ TOP - Live in Texas
5) John Mayer - Where The Light is(Live in Los Angeles)

Cinema:

1) Batman: The Dark Knight
2) Homem de Ferro
3) Antes de Partir

HQ's:

1) A Bíblia em Mangá
2) Biblioteca Histórica Marvel - O Surfista Prateado Vol. 1
3)Preacher - Memórias

Livros:

1) A Cabana - William P Young
2) Viciados em Mediocridade - Frank Schaeffer
3) Cristianismo Criativo - Steve Turner (Lançado em 2007, mas eu só li em 2008)